Vazamento de amônia no Porto de Santos, SP, mobiliza técnicos da Cetesb

SÃO PAULO - Um vazamento de amônia na linha de refrigeração da Citrosuco, no Armazém 29 do Porto de Santos, próximo ao Canal 4, mobilizou a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), no começo da tarde desta terça-feira. O incidente ocorreu durante um processo de limpeza de filtros do sistema, que utiliza a amônia na refrigeração de suco. Durante a operação, um dos registros apresentou defeito, liberando o composto químico para a atmosfera.
O odor forte se espalhou além dos limites da empresa, invadindo o bairro do Macuco e obrigando as pessoas a se afastarem para evitar irritações nas mucosas. No entanto, não houve registros de atendimentos médicos por conta do incidente.
Por volta das 14h, a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), o Corpo de Bombeiros e a Guarda Portuária foram acionados pela Capitania. No final da tarde, por volta das 17h, a linha já havia sido pressurizada e o odor era perceptível somente na área interna da Citrosuco.
A Agência Ambiental de Santos, com dados a serem fornecidos pela empresa, deverá avaliar as causas do vazamento e definir as sanções a serem aplicadas.

Fonte: A Tribuna On-line


Marintec Navalshore