A Thetis Consult, consultoria em dragagem, e a Associação de Terminais Portuários Privados (ATP) se unem em uma iniciativa inédita no Brasil para formar um "pool" de terminais privados que irá negociar melhores condições operacionais, ambientais e econômicas para as obras de dragagem nos portos brasileiros. As obras periódicas de dragagem são necessárias não apenas para a manutenção, mas também para alcançar maior profundidade nos canais de acesso aos terminais. Para iniciar as tratativas para a formação do "pool", a Thetis organiza um workshop no próximo dia 25 de outubro no Rio de Janeiro.

A proposta é reunir representantes de Terminais de Uso Privado (TUP) interessados em fazer parte da iniciativa, além de empresas que operam com serviços no setor. “Temos uma necessidade urgente de aumentar a produtividade operacional e reduzir os custos da logística portuária nos terminais portuários brasileiros públicos e privados. As obras de dragagem são fundamentais para garantir esses objetivos”, afirma o diretor da Thetis Consult, Thierry Dor.

Segundo ele, a supressão da frota nacional de dragas, a partir da abertura do mercado, fez com que os terminais portuários enfrentassem sérias dificuldades para a negociação dos serviços de dragagem. Em geral, os terminais firmam contratos durante a passagem de dragas estrangeiras na costa brasileira, mas nem sempre as condições econômicas e operacionais são as mais favoráveis. A idéia do pool de terminais é negociar, de forma mais forte e qualificada, com empresas estrangeiras que atuam no país.

Comentários


Schottel

Assine Portos e Navios



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

ABTP

Sobena

Terra Firma Abratec