TCP tem maior movimentação do ano no mês de abril

A TCP – empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá, registrou um novo recorde com 85.926 TEUs de cargas movimentadas no mês de abril. A marca representa crescimento de 18% em relação ao mês de março de 2020 e de 14% em relação à movimentação registrada em abril de 2019. O recorde anterior foi registrado em janeiro de 2020, com 84.601 TEUs movimentados.

O crescimento deve-se, principalmente, ao reposicionamento estratégico da TCP perante os armadores com foco em apoio mútuo e geração de benefícios através de sinergias entre as operações marítimas e logísticas, aumentando assim a atratividade aos exportadores e importadores. Esse formato incrementa o volume das operações cativas e converte volumes de outros portos. Além disso, a oferta de linhas marítimas também foi ampliada.

“Em 2020 tivemos o retorno da linha direta da Costa Leste dos Estados Unidos, somado ao aumento das capacidades nas soluções intermodais. Com isso abrimos a possibilidade para que nossos clientes utilizem o nosso terminal de modo ainda mais competitivo”, explica Thomas Lima, vice-diretor Comercial da empresa.

Na comparação com o ano anterior, os segmentos que mais cresceram foram: o agronegócio (+44%), especialmente com o mercado de fertilizantes; papel e celulose (+27%); carnes e congelados (+16%); e, madeira (+15%). A previsão de crescimento da movimentação total no ano de 2020 é de 4%.

VANTAGENS

Thomas Lima destaca que as operações dedicadas aos importadores e exportadores são vantajosas via TCP, já que a empresa possui o maior número de linhas marítimas regulares do país, além de dispor de soluções exclusivas – como por exemplo a conexão direta com a ferrovia. “Em parceria com a Brado e com os armadores, a TCP oferece uma série de serviços logísticos que tornam o Porto de Paranaguá mais atraente em termos de eficiência e custos. Um dos exemplos, é o casamento entre importações e exportações na ferrovia, otimizando as logísticas e por consequência reduzindo os custos dos nossos clientes”.

Além disso, o Terminal também oferece sete dias livres de armazenagem na exportação, 10 dias livres na importação e conta com o a maior estrutura para cargas refrigeradas da América Latina, com 3.624 tomadas. “Outro fator relevante é a atuação dos órgãos intervenientes dentro da TCP, o que dá mais agilidade e segurança nos processos de liberação de cargas”, finaliza.


Marintec Navalshore