Navalshore

Suape ganha novo empreendimento do segmento de petróleo

Normal 0 21 false false false MicrosoftInternetExplorer4 st1\:*{behavior:url(#ieooui) } /* Style Definitions */ table.MsoNormalTable {mso-style-name:"Tabela normal"; mso-tstyle-rowband-size:0; mso-tstyle-colband-size:0; mso-style-noshow:yes; mso-style-parent:""; mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt; mso-para-margin:0cm; mso-para-margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:10.0pt; font-family:"Times New Roman"; mso-ansi-language:#0400; mso-fareast-language:#0400; mso-bidi-language:#0400;}

A empresa americana Oxbow Carbon Minerals LLC será responsável pela produção de 500 mil toneladas anuais de coque, um subproduto do petróleo

A empresa americana Oxbow Carbon Minerals LLC assinou nesta segunda-feira (5) assinou um contrato com a Petrobras que prevê a instalação de uma de suas unidades no Complexo de Suape, em Ipojuca. Ela será responsável pelo beneficiamento de coque, um derivado do petróleo, que será produzido na Refinaria Abreu e Lima. O investimento para o processo de implantação é de cerca de R$ 350 milhões.

A unidade vai permitir que Pernambuco seja capaz de transformar o coque verde em coque em pó. Atualmente, apenas São Paulo possui esse tipo de serviço no Brasil. Espera-se que o novo empreendimento seja capaz de gerar 300 empregos diretos.

A Oxbow possui mais de 100 anos de existência e é a maior distribuidora de coque de petróleo no mundo. A estimativa é que o Porto de Suape chege a produzir 500 mil toneladas anuais do produto. As obras para implementação do empreendimento deve começar daqui a um ano e deve começar a operar juntamente com a Refinaria, em 2012.


Logcomex


 

(Fonte: pe360graus.com)

    Terlogs     Mampaey     Antaq
             

Tche Digital

 

 

HPP

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios
             
             

Canal da Portos e Navios no Telegram

Dragabras

msc

Bombando

Error: No articles to display