RN-18 em revisão

Armadores pedem menos intervenção e usuários, mais equilíbrio. Para Antaq, norma é ferramenta contra abusos

• A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) considera que a resolução normativa que trata dos direitos e deveres dos usuários de portos no Brasil (RN-18/2017) tem um nível de regulação relativamente baixo e é importante por ser usada como ferramenta para a agência atuar em casos de abusos nos contratos. O diretor-geral da Antaq, Mário Povia, afirmou que não existe dificuldade de multar usuários, agentes intermediários ou armadores, inclusive os estrangeiros. Segundo ele, todos os conceitos que a norma incorporou foram inspirados na jurisprudência e em práticas internacionais.

Restrito a assinantes

 

 

Reportagens da edição 702

Presença a bordo

08 Jul 2019 18:07 Navegação

Empresas pedem manutenção das vagas na formação para não faltar marítimos. Sindicato cobra equilíbrio entre oferta e demanda • O mercado de navegação no Brasil apresenta oferta de marítimos superior à...

Legal Seminar

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

Considerado o mais importante mercado “offshore” fora do Mar do Norte, o Brasil também atraiu a atenção de armadores noruegueses em evento paralelo • A primeira apresentação deu uma visão das...

Mercado de gás

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

As oportunidades no setor de gás no Brasil também foram debatidas no evento.  A superintendente de Oléo e Gás do estado do Rio de Janeiro, Cristina Pinho, deu um quadro...

Brasil na Nor-Shipping

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

Pela terceira vez o Brasil promove um seminário durante o evento • Se neste ano o clima do evento em geral já era mais leve que nas edições anteriores, no caso...

Leia mais reportagens da edição impressa

Cash Computadores

Assine Portos e Navios

Consórcio Águas Azuis

Container Institute

Abac

Tche Digital

Assine Portos e Navios

Aapa

Abeam

Sinaval

Fenavega Abratec