Premix investe em logística e marketing

De São Paulo - À espera de um aumento da demanda por suplementos minerais para a pecuária bovina no país, a Premix alterou sua estrutura comercial e planeja investir R$ 2,5 milhões em marketing em 2010. O departamento para a promoção de produtos da empresa foi criado este ano.
"Até agora a empresa não falava em crescimento, mas percebemos que se não fizermos um planejamento adequado poderíamos ser engolidos por algum grupo de maior porte", disse Marco Guidolim, diretor-comercial da empresa e membro da nova geração no comando do grupo, junto com seu irmão, Daniel.
Além da tentativa de expandir as vendas, os irmãos Guidolim estudam a abertura de novos centros de distribuição, com objetivo de obter ganhos logísticos para atuar na Bahia, Acre, Rondônia e no norte de Mato Grosso, regiões onde ainda há brechas no atendimento a clientes. Hoje, a empresa tem três unidades de produção - Patrocínio Paulista (SP), Presidente Prudente (SP) e Araguaína (TO) - e quatro centros de distribuição - Juara (MT), Goiânia, Campo Grande e Maringá (PR).
Além de distribuir, no ano passado a unidade de Juara recebeu investimentos de R$ 500 mil para produzir 500 toneladas de suplementos proteinados por mês. A expectativa é que a estrutura passe a produzir também sal mineral para complementar a linha de produtos e atender pelo menos parte de Mato Grosso, Estado dono do maior rebanho do país.
A maior parte do Estado ainda é abastecida pela unidade de Presidente Prudente, que tem potencial para produzir 250 toneladas de suplementos por dia. "No ano passado também elevamos a capacidade da planta de Araguaína em 35%, mas sentimos que era hora de ter novos centros e melhorar nossa logística e pulverizar nosso atendimento para praticamente todos os Estados", afirma Guidolim.
Para completar a estratégia, a empresa pretende elevar de 200 para cerca de 250 o número de representantes comerciais espalhados pelo Brasil.(Fonte: Valor Econômico/AI)

Priner     Terlogs     Mampaey     AAPA
             

Tche Digital

 

 

Sinaval

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios