Seminário Cenários da Indústria naval e Offshore 2019

Porto de Santos permanece com nível de segurança elevado após greve

Por conta da greve dos caminhoneiros autônomos que durou 11 dias e paralisou a movimentação rodoviária no Porto de Santos, no litoral de São Paulo, a Comissão Estadual de Segurança Pública nos Portos, Terminais e Vias Navegáveis (Cesportos) manterá, por precaução, o grau elevado de segurança dentro dos terminais nos próximos dias.

Na quinta-feira (24), durante a greve dos caminhoneiros, a Cesportos divulgou que o nível de segurança no Porto de Santos havia sido elevado para II. Essa medida permite que as equipes da Polícia Militar de São Paulo acessem área federal para conter eventuais ocorrências. Apesar do término da greve, a situação será mantida.

"A situação de nível II permanecerá por mais alguns dias, por precaução. Apesar disso, posso garantir que o Porto já está operando normalmente. Não há mais nenhuma questão que nos preocupe", informou o delegado da Polícia Federal em Santos, GIlberto Antônio de Castro Júnior. Por enquanto, não há prazo para que o novo parâmetro deixe de vigorar.

Publicidade
Catálogo da Indústria Marítima

 

Greve

A greve dos caminhoneiros começou em 21 de maio em todo o Brasil. Os profissionais pediam a redução no valor dos combustíveis e o aumento do preço do frete. Na Baixada Santista e no Vale do Ribeira, a categoria também se mobilizou em rodovias e nos acessos ao Porto de Santos.

No sábado (26), por conta do decreto presidencial para a Garantia da Lei e da Ordem (GLO), o Navio-Patrulha Macaé (P70) atracou no cais santista com 22 fuzileiros como medida emergencial.

No domingo (27), outros 260 fuzileiros navais chegaram a Santos no Navio Doca Multipropósito Bahia (G40). Vindo do Rio de Janeiro, ele chegou com sete caminhões para transportar tropas, três blindados e dois helicópteros.

No início da manhã de quinta-feira (31), 1.500 militares da Marinha do Brasil, Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira, com apoio da Polícia Militar do Estado de São Paulo e da Polícia Rodoviária Federal, chegaram ao local com veículos blindados para fazer a garantir da entrada e saída dos caminhões, que ainda estavam dentro dos terminais. Já de noite, a categoria decidiu encerrar a greve, após assembleia realizada no local.

Fonte: G1

Comentários

 

 

Reportagens da edição 702

Presença a bordo

08 Jul 2019 18:07 Navegação

Empresas pedem manutenção das vagas na formação para não faltar marítimos. Sindicato cobra equilíbrio entre oferta e demanda • O mercado de navegação no Brasil apresenta oferta de marítimos superior à...

Legal Seminar

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

Considerado o mais importante mercado “offshore” fora do Mar do Norte, o Brasil também atraiu a atenção de armadores noruegueses em evento paralelo • A primeira apresentação deu uma visão das...

Mercado de gás

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

As oportunidades no setor de gás no Brasil também foram debatidas no evento.  A superintendente de Oléo e Gás do estado do Rio de Janeiro, Cristina Pinho, deu um quadro...

Brasil na Nor-Shipping

08 Jul 2019 18:07 Indústria naval

Pela terceira vez o Brasil promove um seminário durante o evento • Se neste ano o clima do evento em geral já era mais leve que nas edições anteriores, no caso...

Leia mais reportagens da edição impressa

Cash Computadores

Assine Portos e Navios

Consórcio Águas Azuis

Container Institute

Tche Digital

Assine Portos e Navios

Aapa

ABTP

Sinaval

Fenavega Abratec