O Porto do Açu, em São João da Barra, no Norte do Estado do Rio, vai ganhar um heliporto para se tornar uma das bases de embarque de trabalhadores para as plataformas de produção de petróleo em alto mar na costa fluminense. As obras começam no início do próximo ano, informou ontem o presidente da Porto do Açu Operações, Tadeu Fraga. Segundo o executivo, o projeto sairá do papel em parceria com o grupo Aeropart, que administra o aeroporto de Cabo Frio, mas o valor do investimento não foi divulgado.

Com capacidade de abrigar até 20 helicópteros de grande porte e estrutura semelhante à de um aeroporto, o heliporto deverá ser usado para transporte de pessoas e cargas para as atividades das petroleiras na Bacia de Campos. Segundo Fraga, uma das vantagens do Açu é estar mais próximo da região petrolífera. Em relação a Macaé, principal base de apoio aéreo, a distância é 50 quilômetros menor. Atualmente esse tipo de embarque também é feito em Cabo Frio e em Campos. Para a área do pré-sal, localizada mais ao sul, equipes também embarcam em Jacarepaguá, na capital.

Fraga disse ainda que faz parte do projeto a construção de uma pista de pouso para aeronaves de maior porte:

 

— Numa segunda a fase, a ideia é movimentar cargas entre aeroportos do Brasil e aeroportos internacionais, como já é feito pelo Aeroporto de Cabo Frio.

O projeto prevê investimentos feitos pela Aeropart, com o Porto do Açu cedendo a área para fazer jus a uma participação na receita do empreendimento. De acordo com a Aeropart, o projeto ainda aguarda licenciamento ambiental. A expectativa da empresa é concluir a obra em dezembro de 2019.

Fonte: O Globo

Comentários

Schottel

Messe Munchen

Assine Portos e Navios

Syndarma

ABTP

Envie uma pauta

Tche Digital

TMSA

Assine Portos e Navios

Abeam

Sobena

Fenavega Abratec

 

Ecobrasil