Wilson Sons

Pöyry desenvolve a engenharia do maior terminal de contêineres privado da AL fora de zona portuária

Com capacidade para movimentar até 60 mil contêineres por ano, a Klabin iniciou recentemente a operação provisória do pátio externo de expedição de contêineres, que integra o Projeto Puma II, em Ortigueira (PR). Maior terminal intermodal de contêineres da América Latina para o setor de celulose e papel, fora de uma zona portuária primária, o projeto contou com serviços de engenharia conceitual, básica e detalhada realizados pela Pöyry, empresa europeia líder em engenharia, projetos e consultoria.

O projeto foi executado simultaneamente à construção da primeira etapa do Projeto Puma II, que teve o BOP (Balance of Plant) na modalidade ECPM (Engineering, Procurement and Construction Management) realizado pela Pöyry.

Com uma área construída de 62 mil m2, o terminal interliga a parcela da produção industrial conteinerizada do complexo de Ortigueira e de Monte Alegre pelos modais rodoviário e ferroviário. Quando estiver operando a plena carga, terá capacidade para movimentar até um milhão de toneladas anuais de produtos. O terminal conta com um ramal ferroviário principal, com 2,3 quilômetros de extensão e outros dois auxiliares, com 1,6 quilômetros cada, e está interligado à malha ferroviária paranaense, podendo receber duas composições com até 90 vagões cada, simultaneamente.

PUBLICIDADE

Portonave


O trabalho da Pöyry incluiu ainda as instalações de estocagem/manuseio de contêineres (vazios e carregados) e dos respectivos equipamentos de manuseio (Rubber Tired Gantry, Reach Stacker, Empty Container Handler e Track Mobile), bem como as instalações de suporte à operação, instalações de manutenção dos equipamentos e de suporte aos usuários (rodoviários e ferroviários), além dos sistemas de gestão patrimonial.


Pesa

        Jan de Nul     Antaq
             

Tche Digital

 

 

Anuncie PN

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios