MSC

Movimentação de cargas nos portos privados cresce quase 10% entre janeiro e abril

Os TUPs (Terminais de Uso Privado) movimentaram 249,7 milhões de toneladas de cargas nos primeiros quatro meses de 2021, o que representa crescimento de 9,9% em relação ao mesmo período do ano anterior. A movimentação total — portos públicos e privados — foi de 380,4 milhões de toneladas no período, com incremento de 9,73%.

O presidente da ATP Associação de Terminais Portuários Privados), Murillo Barbosa aponta que os TUPs foram responsáveis por 65,62% da movimentação total de cargas no quadrimestre e destaca a intensa contribuição dos TUPs para a economia nacional, desde o início da pandemia de Covid-19 no país.

"Apesar da crise imposta pela pandemia, os portos privados não pararam e seguiram apresentando números ascendentes na movimentação de cargas e, assim, contribuindo tanto para o superavit da balança comercial brasileira, como para o recente cenário de recuperação econômica dos últimos meses", analisa.

Os perfis de cargas que apresentaram maior crescimento em movimentação nos portos privados no período foram carga geral (+18,8%), contêiner (+16,3%), granel líquido e gasoso (+15%) e granel sólido (+5,85%), que se manteve com maior volume total de movimentação, com 139,12 milhões de toneladas.


Logcomex


Barbosa destaca a evolução da movimentação de cargas nos TUPs associados da ATP, como o Terminal Marítimo Ponta Ubu, com 1,7 milhões de toneladas a mais (+392,3%), Porto do Açu - Terminal Tmult e TCAR, com incremento de 200 mil toneladas (+136,7%), e o Terminal Aquaviário de São Francisco Do Sul, com 3,7 milhões de toneladas a mais (+136,2%).

Os números foram divulgados pela Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários) e podem ser encontrados no DataPort, banco de dados da ATP (Associação de Terminais Portuários Privados) que reúne informações atualizadas do setor portuário em uma única plataforma.

    Terlogs     Mampaey     Antaq
             

Tche Digital

 

 

HPP

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios