Navalshore

ModalGR cresce cinco vezes em pouco mais de um ano

Consultoria de tecnologia da baixada santista dribla pandemia e se solidifica internacionalmente

A ModalGR, empresa da baixada santista que presta consultoria em tecnologia, teve boas consequências de momentos desafiadores que viveu durante a pandemia. Em um ano e meio, a empresa cresceu cinco vezes em número de funcionários alcançando hoje a marca de mais de 250 colaboradores e, pela primeira vez tendo a pesquisa realizada na empresa, ganhou o selo de Great Place to Work.

“Após uma queda no número de projetos, contratos e pessoas por conta da pandemia, nós revisitamos processos internos, times, e listamos o que era necessário para sobreviver durante essa a crise do coronavírus. A partir daí, otimizamos o trabalho, mudamos internamente o processo de gerenciamento que trouxe uma maturidade interna para o nosso processo comercial. Assim, conseguimos trazer a expansão associada ao fortalecimento da nossa cultura e valores. Saímos de um impacto global para um crescimento exponencial”, explica Danilo Abbondanza, CEO da ModalGR.

A consultoria aproveitou a expansão para investir em projetos internos e internacionalizar. Em 2021, foram fundadas duas Startups, a Via Smart, empresa que fornece serviço de diagnóstico por imagem de alta tecnologia, precisão e segurança, e a Hexagon Pro, focada em soluções de tecnologia para terminais portuários e recintos alfandegados e não alfandegados.



Para as duas Startups, o investimento é, em média, 10 a 12% do faturamento bruto mensal da ModalGR. Isso também é resultado da mudança na estrutura da empresa que trouxe o sócio diretor da ModalGR, Luiz Simões, como CEO da Hexagon Pro, sendo a principal Startup em evolução.

“Essas startups começaram como um projeto dentro da empresa. Nossa cultura fortalece para que isso aconteça fomentando sempre novas ideias, seja uma ideia que divulgamos para o cliente ou é viável para trabalhar internamente. A gente atua investindo e colaborando para as ideias saírem do papel”, complementa o sócio diretor.

Já a internacionalização veio para tratar dores globais, como problemas como a falta de mão de obra da tecnologia, da maturidade em desenvolvimento de soluções e da qualidade em diferentes mercados. “Portugal e EUA entraram no nosso escopo de trabalho de formas diferentes”, explica o CEO. “A oportunidade em Portugal veio em função de ser um país que está capitando bastante investimento na área de tecnologia e por ser referência na área, trazendo, assim, novos aprendizados de mercado, desenvolvimento, projetos e recursos humanos. Nos EUA, a ideia foi atender clientes que já nos conheciam e sabiam do valor do nosso serviço”.

Para 2022, a consultoria entende que, além de terem as internacionalizações consolidadas e um capital aberto, pode crescer ainda mais nacionalmente e explica que precisa reforçar cada vez mais a estratégia de crescimento usada no passado. De acordo com Danilo, “foi necessária muita organização interna para atingir o resultado e sairmos fortalecidos. Nós pretendemos trazer cada vez mais causas sociais, que ajudam a consolidar nossa cultura e valores, fortalecer os relacionamos externos atendendo padrões relevantes, inflar a cultura de gestão e liderança com novos líderes e disponibilizar centros de formação internos tecnicamente”.

Novos projetos

Disponível para os funcionários desde outubro, a ModalGR está disponibilizando 200 bicicletas elétricas para os funcionários gratuitamente, lançando o maior projeto de mobilidade sustentável do Brasil. O lançamento foi realizado em uma cerimônia na Associação Comercial de Santos com a presença do prefeito Rogério Santos (PSDB).

A ideia é que os consultores espalhados pelas mais de 60 cidades no país também sejam beneficiados com a iniciativa. Segundo a E-Moving, fabricante da bicicleta que será utilizada pelos consultores, em seis anos, mais de 900 toneladas de CO2 deixarão de ser emitidas por conta da utilização das bicicletas. De acordo com a calculadora de CO2 do site SOS Mata Atlântica, em um ano cada consultor deixaria de emitir 13.928kg de CO2. Esse é o resultado que estamos entregando com o Projeto.

“A ModalGR é uma empresa inovadora. Que busca sempre entregar inovação para os nossos clientes e sentimos a necessidade de fazer isso também dentro de casa. Conhecemos a E-Moving, tivemos uma negociação rápida e hoje lançamos o #VoudeBike. É o maior projeto de mobilidade sustentável do país que está sendo lançado em Santos. Nós estamos engajando cada vez mais em projetos sociais”, esclarece Luiz Simões.

Vagas abertas

Como resultado, a ModalGR está com 30 vagas de trabalho abertas na área de tecnologia, o que corresponde a 15% da empresa. As vagas são presenciais para a Baixada Santista ou remotas. A maior parte das oportunidades são para desenvolvedor de sistemas.

    Terlogs     Antaq     Antaq
             

Tche Digital

 

 

Sinaval

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios