Minério com saída programada no porto de Pecém

Porto do Pecém: onde já está estocada parte do minério explorado em São José do Torto, em Sobral, em projeto piloto desenvolvido pela empresa chinesa, Globest
A expectativa da Ceará Portos é exportar pelo menos 350 mil toneladas de minério de ferro granulado neste ano
O Ceará ingressa definitivamente no seleto grupo dos estados exploradores e exportadores de minério de ferro do País, a exemplo de Minas Gerais e do Pará. Na próxima semana, o navio Apóstolos zarpa do Porto do Pecém, com 70 mil toneladas de minério de ferro granulado, com destino à China, em uma viagem que deve durar cerca de 25 dias. A carga, a primeira do tipo a ser produzida e transportada no Ceará, é parte de um projeto piloto desenvolvido pela empresa chinesa Globest, que vem desde meados der 2009, extraindo e beneficiando minério de ferro, no distrito de São José do Torto, em Sobral, no Norte do Ceará.
"No mapa de navios, o embarque do minério está previsto para o próximo dia 20, sábado", sinaliza o presidente da Ceará Portos - empresa que administra o Porto do Pecém - Mário Lima Júnior. Fonte da Globest confirma o embarque, mas prefere não precisar a data, diante da possibilidade de atrasos, de três a quatro dias, para a chegada e atracação da embarcação, no Porto do Pecém.
"Esses navios, (graneleiros) em geral, atrasam três dias, porque param em vários portos", explica a fonte. Ele confirma que 90% da carga já está estocada no pátio de minério do terminal portuário, em uma área de 100 mil metros quadrados, destinados especificamente a essa finalidade.
"O restante da carga continua chegando por via ferroviária, com o transporte de cerca de duas mil toneladas por dia", acrescenta a fonte da Globest, confirmando matéria, divulgada com exclusividade, pelo Diário do Nordeste, na edição do dia 20 de outubro de 2009.
Sem apontar valores, nem quanto o carregamento pode representar de divisas para o Estado do Ceará, a fonte informa que as primeiras pesquisas apontam para um potencial de exploração de cinco anos, para a jazida de São José do Torto. "Acreditamos que pode chegar até dez anos", estima a fonte da Globest. Ele explica que esta é a primeira experiência de mineração da empresa, que opera na China, nas áreas comercial e de pesquisas de minérios.
Perspectivas positivas
Diante do potencial de produção da mina, Lima Júnior, já trabalha com a perspectiva de exportação de, pelo menos, mais quatro carregamentos de minério de ferro, até o fim do ano. "Se tudo correr bem vamos exportar uma carga dessa a cada dois meses. Nossa meta operacional agendada é de 350 mil toneladas", antecipa o presidente da Cearáportos.
Caso essa projeção se confirme, avalia Lima Júnior, o Porto do Pecém poderá fechar 2010 com movimentação (exportação e importação) de quase 2,5 milhões de toneladas este ano, quantidade 25% superior a registrada em 2009.
Além de granel sólido, como o minério de ferro e lingotes de alumínio, ele informa que o Porto do Pecém já opera com produtos siderúrgicos, contêineiros e Gás Liquefeito de Petróleo .(Fonte: Diário do NOrdeste)


    GHT     Jan de Nul     Antaq
             

Hidromares

 

 

Anuncie PN

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios