Seis propostas foram definidas durante uma reunião em Guarujá, no litoral de São Paulo, nesta terça-feira (8) para aumentar a segurança dos usuários na travessia de veículos e pedestres com Santos. Na noite de domingo (6), um navio porta-contêineres colidiu com três balsas que realizam o serviço.

O encontro reuniu representantes das autoridades Marítima, Portuária e Ambiental, além das prefeituras da região. O objetivo é evitar novos acidentes e incidentes e tornar a travessia marítima de balsas mais segura, principalmente com o intenso movimento de navios no acesso e saída ao Porto de Santos.

Entre as propostas estão a implantação de um centro de monitoramento; a ação para solução imediata de problemas; a notificação para os municípios sobre a apuração de ocorrências; a criação um plano de prevenção de acidentes; a descentralização de decisões; e a implantação de ligação seca entre as margens.

 

Os participantes concordaram em aprofundar as propostas no Conselho de Autoridade Portuária (CAP), um órgão consultivo à Autoridade Portuária do cais santista. Apesar do encontro, não ficou definido quando e nem se as sugestões serão cumpridas ou utilizadas pelos órgãos que fazem parte do cais santista.

Fonte: G1

Comentários


Cash Computadores



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

ABTP

Sobena

Terra Firma Abratec