Logística de grãos - Agentes apontam diversificação da matriz para redução de custos

O aumento progressivo do consumo de grãos e novos mercados para as exportações brasileiras do agronegócio reforçam a necessidade de reduzir custos e dar mais competitividade aos produtos nacionais. Apesar do contexto econômico e geopolítico ainda muito incerto em 2022, produtores e agentes setoriais acreditam que novos projetos de terminais portuários e de acessos terrestres vão se concretizar nos próximos anos para garantir o escoamento da carga. Outra expectativa é que parte das solicitações de autorizações de trechos ferroviários ajude a diversificar a matriz brasileira de transportes, conectando regiões produtoras com potencial de crescimento, como o Arco Norte e o chamado Matopiba, área que abrange Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia.

Registre-se para ler mais...


Pesa

    AAPA     Jan de Nul     Antaq
             

Tche Digital

 

 

Hidromares

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios