AdvertisementAGI Brasil

Jornalistas participam em Paranaguá de seminário sobre operações portuárias

A Assessoria de Comunicação dos portos de Paranaguá e Antonina promoveu nesta segunda-feira (31) o 3º Seminário para Jornalistas. O tema desta edição foi “Operações Portuárias”. Ao todo, 34 profissionais de todo o Estado participaram e puderam ver, no cais e também no mar, o processo de carga e descarga de mercadorias, a infraestrutura e logística dos terminais paranaenses.
Para André Lückman, repórter do jornal Gazeta do Povo, a visita estabeleceu um parâmetro da dimensão dos portos e das suas atividades. “Estamos habituados a falar das ampliações para o lado leste, por exemplo. Quando a gente tem noção do que consegue atracar ali, consegue visualizar onde as obras vão ser executadas quando tiver a ampliação. Você tem uma noção física do que suas fontes estão falando”, avaliou.
O jornalista Heitor Hayashi, da empresa de comunicação AgRural, com sede em Curitiba e Cuiabá, já conhecia o Porto de Paranaguá, mas nunca tinha assistido do mar ao embarque e desembarque de cargas. “Foi uma experiência diferente, que permite visualizar toda extensão do terminal”, afirmou.
Dulce Mazer e Pedro Crusiol, que produzem conteúdos para o site e jornal especializado Dia de Campo, vieram de Londrina para conhecer melhor o trajeto dos grãos que são exportados pelo Paraná. “Nosso portal é voltado para o agronegócio e conhecer o porto permite entender todo o processo, desde o plantio e a colheita, até a venda para os compradores internacionais”, disse Dulce.
De Guarapuava, o jornalista Cléber Moletta ressaltou o impacto das operações realizadas no Porto de Paranaguá para a economia da cidade, que fica a 361 km de distância. “Em Guarapuava, tem uma transportadora de cargas que é essencial para a geração de emprego e renda. Significa que o que acontece aqui no Litoral tem reflexo lá na região Centro Sul”, disse ele.
O editor do jornal Hora H, Luiz Augusto Juk, destacou a importância de vivenciar um pouco do cotidiano portuário e de aproximar os jornalistas da realidade dos portos. “Esse tipo de relacionamento olho no olho é fundamental para a prática do jornalismo e só assim podemos informar com segurança. Muitas vezes os profissionais não podem vir até Paranaguá e a matéria é feita via telefone e internet”, explicou.
TRANSPARÊNCIA: De acordo com o superintendente dos portos de Paranaguá e Antonina, Mario Lobo Filho, além de apresentar o funcionamento dos terminais, o seminário tem o objetivo de ampliar o relacionamento com a imprensa, garantindo clareza e transparência na comunicação entre as partes.
“Entendemos que é preciso trazer os jornalistas para fazer questionamento e conhecer a realidade portuária. Não temos nada para esconder e estamos abertos para o diálogo, para mostrar tudo que avançamos e o que está sendo feito”, assegurou.
“Esta é uma oportunidade de aproximar os jornalistas que fazem a cobertura dos portos. Já foram realizados outros dois encontros como este e sempre há uma grande adesão. Além de irem embora conhecendo um pouco mais da atividade portuária, os jornalistas também levantam várias pautas”, disse Carolina Cattani, chefe da Assessoria de Comunicação.
PROGRAMAÇÃO: As atividades do seminário começaram às 9h30 com a exibição do vídeo institucional dos 75 anos da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa). Em seguida, o grupo seguiu de ônibus aos cais, onde recebeu informações e tirou dúvidas com o chefe do departamento de operações da autarquia, Luiz Teixeira da Silva Junior.
No Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP), os jornalistas assistiram à operação de dois navios e conversaram com o gerente de operações do TCP, Rafael Neto. Em seguida, um passeio de barco mostrou a operação de cada um dos berços do cais.
Por fim, os profissionais da imprensa reuniram-se com o superintendente da Appa para um almoço e bate-papo. Também estiveram presentes os diretores administrativo e financeiro Marcelino Coelho; empresarial, João Feio Batista Lopes dos Santos; e técnico, André Cansian.

Fonte: Agência Estadual de Notícias


Marintec Navalshore