Na semana em que a SCPar Porto de São Francisco do Sul completa 63 anos novos investimentos são entregues para fortalecer o desenvolvimento do terminal portuário. Nesta quinta-feira (5), às 9h, será inaugurada a primeira torre do novo sistema de iluminação e autorizado o início das obras do portão de acesso, o gate in. Ambos totalizam R$ 10 milhões em investimentos. O terminal possui 190 colaboradores.

A construção do novo portão de acesso tem aporte de R$ 4,7 milhões e prazo de nove meses de execução. Vai permitir dobrar a capacidade de atuação do terminal. Atualmente, o porto possui um acesso com duas balanças bidirecionais. Com a obra será construído um novo portão e serão instaladas mais três balanças rodoviárias eletrônicas. Esse avanço é importante para facilitar a operação e manter terminal entre os sete mais competitivos do Brasil.

Na mesma oportunidade, será entregue a primeira torre do novo sistema de iluminação do pátio externo de operações. Ao final, serão sete novas torres de iluminação, fundamentais para garantir a segurança das operações. As obras terminam no mês de setembro.

 

63 anos de história

Em 1° de março de 1941, a união autorizou o Estado de Santa Catarina, por meio de concessão, a construir e explorar um porto em São Francisco do Sul. Em 1945 começaram as obras com inauguração dez anos mais tarde, em 1º de julho de 1955. Naquela época, a madeira e a erva mate eram os principais produtos de exportação. O trigo argentino e do Oeste catarinense, caracterizavam o potencial graneleiro do porto.

Em 1996, o Governo do Estado deu início ao arrendamento do Terminal Portuário de Santa Catarina (Tesc), que começou a operar junto ao porto. Em 2004, entrou em funcionamento o corredor de exportação, formado pela Cidasc, Bunge e Terlogs. A iniciativa dobrou a capacidade de carregamento do terminal. Em 2009 foi comemorada a conclusão da derrocagem da laje da cruz, obra que permitiu o recebimento de navios com calado de 12,5 metros. Em 2013 a ampliação e o realinhamento do berço 201 facilitou a movimentação de navios maiores.

Outro marco importante foi em 2014: a concessão foi renovada e Santa Catarina tem o direito de administrar a estrutura nos próximos 25 anos.  Outra mudança significativa no Porto de São Francisco do Sul é de dezembro de 2017, quando foi sancionada a lei que autorizou a extinção da autarquia do Governo do Estado que administrava o porto. Foi criada a Sociedade de Propósito Específico (SPE), que passou a administrar o terminal portuário. A SPE é subsidiária da empresa estadual SCPar, assim como a SCPar do Porto de Imbituba, criada para administrar o Porto do Litoral Sul, em 2012.

Fonte: OCP News

Comentários


Schottel



Syndarma

ABTP

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

ABTP

Sobena

Terra Firma Abratec