Hidrovia do Mercosul. Jacuí tem viabilidade técnica e econômica

Normal 0 21 false false false MicrosoftInternetExplorer4 /* Style Definitions */ table.MsoNormalTable {mso-style-name:"Tabela normal"; mso-tstyle-rowband-size:0; mso-tstyle-colband-size:0; mso-style-noshow:yes; mso-style-parent:""; mso-padding-alt:0cm 5.4pt 0cm 5.4pt; mso-para-margin:0cm; mso-para-margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:10.0pt; font-family:"Times New Roman"; mso-ansi-language:#0400; mso-fareast-language:#0400; mso-bidi-language:#0400;}

Foi realizado nesta segunda-feira na sociedade Rio Branco o Seminário “A hidrovia do Mercosul”. A programação contou com uma serie de palestras técnicas de representantes do Ministério dos Transportes e do DNIT, parlamentares, prefeituras, cooperativas e empresas.

Na ocasião foram aprofundados muitos temas de ordem técnica, tais como dragagem, balizamento, calado de embarcações dentre outros e temas políticos como a importância da hidrovia para a região e a mobilização em torno da execução das obras dentro do PAC II. Para o Dep. Federal Henrique Fontana a hidrovia do MERCOSUL já uma realidade pois já foi inclusive prevista na Leio Orçamentária Anual do Governo Federal e os recursos já estão alocados. “ Desta vez é diferente agora é uma prioridade de governo e as obras são uma questão de tempo” afirmou o parlamentar.

Já para o Prefeito Sergio Ghignatti o importante é que desta vez a hidrovia do Jacuí não é um projeto isolado. Ela está inserida dentro de um projeto bem maior que é a hidrovia do MERCOSUL que, por sua vez, está inserida dentro de um grande programa de investimentos pesados em infra estrutura. “ O que nos deixa tranqüilos é que só a CORISCAL e a GRANOL já possuem cargas suficientes para viabilizar a hidrovia, sem falar em todas as outras empresas e cooperativas da região que anseiam pela hidrovia” afirmou Ghignatti.

PUBLICIDADE

Portonave


Outros seminários serão realizados em outras cidades estratégicas para a hidrovia do MERCOSUL, como forma de unificar as diversas ações e iniciativas em favor do projeto. O objetivo do governo federal é modernizar o transporte de cargas no Brasil revigorando os mais diversos modais, como forma de dar suporte à intenção de colocar o País entre as cinco maiores economia do mundo nos próximos 10 anos.


Fonte: Rádio Fandango


Pesa

        Jan de Nul     Antaq
             

Tche Digital

 

 

Anuncie PN

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios