O governador de São Paulo, João Doria , quer a privatização do Porto de Santos e da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp). Ele afirmou que pedirá ao governo federal para incluir o porto no cronograma de privatizações e transferir a Ceagesp para o governo estadual, com objetivo de também repassá-lo ao setor privado. Segundo Doria, não faz sentido a União continuar administrando portos e entreposto de alimentos nos estados. 

- O Porto de Santos tem que ser privatizado, que precisa ser melhorado e ao meu ver, privatizado completamente. Não faz mais sentido ter porto sob a administração federal, estadual. Embora seja o maior porto da América Latina, o porto de Santos tem um grau de eficiência muito baixo - disse o governador acrescentando: 

- A Ceagesp precisa ser transferida para o estado de São Paulo e imediatamente, vamos privatizá-la e mudar de endereço.

 

Doria disse que aguarda uma audiência com o presidente na próxima semana. Afirmou ainda ainda que a bancada paulista vai apoiar a reforma da previdência e que espera que o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, cumpra o compromisso do pacto federativo. 

- O pacto federativo que foi anunciado pelo ministro Paulo Guedes e nós temos certeza de que ele vai cumprir porque essa é uma medida boa para todos os estados brasileiros, descentralizar e distribuir os recursos para que os governadores possam fazê-lo a nível de seus estados é uma medida moderna, eficiente, rápida e produtiva e ao mesmo tempo, ela irriga a economia e pode contribuir para o crescimento do Brasil.

Doria veio à Brasília para a cerimônia de posse do presidente Bolsonaro e deu as declarações no Palácio do Planalto. 

Fonte: O Globo

Comentários

Cash Computadores

Messe Munchen

Suatrans

Syndarma

ABTP

Envie uma pauta

Tche Digital

TMSA

Antaq

Abeam

Sobena

Fenavega Abratec

 

Ecobrasil