Marintec Navalshore

Governador de Santa Catarina defende concessão de portos públicos do estado


Durante sua palestra para empresários no Lide SC, nesta terça-feira (12), o governador Carlos Moisés da Silva defendeu a concessão de portos públicos de Santa Catarina para a iniciativa privada. O evento ocorreu na sede da Federação das Indústrias (Fiesc), em Florianópolis. A fala de Moisés veio em resposta a uma pergunta do presidente da entidade, Mario Cezar Aguiar, sobre investimentos em infraestrutura.

Para o governador, o estado não tem capacidade financeira para investimentos. Com dívidas a serem pagas e sem condição de negociar empréstimos, o foco está em ajustar o caixa. Por conta disso, afirmou Moisés, a iniciativa privada deveria assumir estruturas como os portos. O tema foi levado por ele ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes Freitas, em reunião na última semana, em Brasília.

— O que está acontecendo com os aeroportos, e temos essa prática em Florianópolis, deve acontecer com os portos. Disse ao ministro que ele deveria olhar mais para questão nos portos catarinenses. O governo do Estado apoiaria. Temos portos públicos... São Francisco do Sul, Imbituba. Tem porto municipal, como o de Itajaí. A gente entende que o empresário deveria assumir de forma muito mais veemente estes investimentos.

Publicidade

Catálogo da Indústria Marítima

 

Esta foi a primeira vez que Moisés falou publicamente na concessão dos portos públicos. Além dos dois citados pelo governador, o de Laguna também pertence ao Estado, em um convênio assinado no dia 19 de setembro.

Os portos de Itapoá e Navegantes já são administrados pela iniciativa privada. No caso do porto de Itajaí, de responsabilidade da prefeitura, o governo federal já demonstrou a intenção de levá-lo ao processo de concessão.

Fonte: NSC Total

Cash Computadores

Assine Portos e Navios

Consórcio Águas Azuis

Syndarma

Envie uma pauta

Assine Portos e Navios

Antaq

Tche Digital

Sobena

Sinaval Abratec