O futuro ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, já definiu os ocupantes dos principais cargos em sua pasta. À frente da Secretaria Nacional de Portos, deve ficar o engenheiro especialista em Gestão Portuária Diogo Piloni, funcionário de carreira do Governo Federal e atual diretor da Secretaria do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) da Presidência da República. 

Nas últimas semanas, Piloni tem participado de reuniões, ao lado de Freitas, com representantes do setor empresarial portuário. 

Como membro da equipe de transição, Diogo Piloni se reuniu, na última terça-feira (11), com representantes da Associação de Terminais Portuários Privados (ATP) em Brasília. No encontro, os executivos da entidade empresarial defenderam a aceleração de processos necessários para investimentos no setor.

 

Eles citaram, por exemplo, a definição das poligonais dos portos (os limites das áreas públicas e sob controle da União nos complexos marítimos) e a emissão das Declarações de Utilidade Pública (DUP), medida que permite a supressão de vegetação em obras de infraestrutura portuária.

Fonte: A Tribuna

Comentários


Cash Computadores

Assine Portos e Navios



Syndarma

ABTP

Envie uma pauta

Antaq

TMSA

Assine Portos e Navios

ABTP

Sobena

Fenavega Abratec