Estudo propõe união entre crescimento econômico e preservação ambiental em Suape

A proposta, realizada por diversas instituições, incluindo uma universidade italiana de 700 anos, foi entregue nesta segunda-feira ao governador Eduardo Campos
Uma proposta para unir crescimento e preservação ambiental no Porto de Suape foi apresentada ao governador Eduardo Campos nesta segunda-feira (22). A proposta é fruto de uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), O Banco Interamericano de Desenvolvimento, a Federação das Indústrias de Pernambuco (FIEPE) e a Universidade Italiana de Ferrara.
Na ocasião, Eduardo Campos comentou a importância de unir o segmento ecológico e econômico no complexo: “precisamos fazer dessa oportunidade de desenvolvimento econômico a oportunidade de recuperar o meio ambiente. De poder ter um padrão de zelo com o meio ambiente que agregue esse valor a essa plataforma que é Suape, pertencente não só a Pernambuco, mas ao Brasil e ao Mundo”.
Armando Monteiro Neto, presidente da CNI, por sua vez, disse: “No Brasil, nosso desafio é evitar a reprodução de alguns problemas que podem, de alguma maneira, comprometer a sustentabilidade desse modelo”.
Fabrizio Bianchi, reitor da instituição italiana, disse que o Porto de Suape pode se tornar um elemento essencial na aceleração do desenvolvimento se forem criadas oportunidades para que empresas menores possam entrar no segmento de crescimento sustentável.
ESTALEIRO
Um novo estaleiro será instalado em Suape para construir a primeira plataforma que será usada na exploração de petróleo na camada do pré-sal. O investimento será de R$ 300 milhões e foi anunciado no fim da tarde pelo governo do Estado. Serão gerados 1,7 mil empregos e as obras devem começar em julho deste ano.(Fonte: Da Redação do pe360graus.com)

Priner     Terlogs     Mampaey     AAPA
             

Tche Digital

 

 

Sinaval

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios