O Porto de São Sebastião, no Litoral Norte do estado, aumentou a exportação de carga viva (bois) em 192% no ano passado, na comparação com o resultado de 2017. Pouco mais de 150 mil animais embarcaram em 30 navios em 2018. No ano anterior, o total chegou a 51,3 mil, carregados em oito navios. Os dados integram o balanço operacional anual da autoridade portuária, a Companhia Docas de São Sebastião (CDSS).

Segundo a empresa, para este ano, é previsto um crescimento de ao menos 30% nas exportações.

Entre os principais países importadores do gado escoado por São Sebastião, estão Turquia, Egito, Jordânia e Iraque. Os animais são oriundos das regiões de São Paulo, Paraná, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. 

 

Segundo a CDSS, o interesse dos exportadores pelo porto surge devido ao manejo e tempo de embarque, que estão entre os melhores do mundo.

Brasil

As exportações de carne bovina também tiveram aumento nacional. Segundo dados divulgados pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (ABIEC), em 2018, as exportações fecharam com 1,64 milhão de toneladas, representando uma alta de 11% comparado aos números de 2017. Em receita, o valor alcançou US$ 6,57 bilhões, crescimento de 7,9% frente ao resultado de 2017. 

Segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), na primeira semana do ano, o Brasil embarcou 19,2 mil toneladas de carne bovina. O volume diário foi de 6,4 mil toneladas, maior que 41,9 registrado em janeiro de 2018.

Fonte: A Tribuna 

Comentários

Datamar

Schottel

Assine Portos e Navios



Pesa

ABTP

Envie uma pauta

Tche Digital

TMSA

Assine Portos e Navios

Abeam

Sobena

Fenavega Abratec

 

Ecobrasil