EIA/Rima de ferrovia fica pronto até setembro

Até setembro a Ferrovia de Integração Centro-Oeste estará com Estudo e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima) pronto e a licitação deve ocorrer "no mais tardar no primeiro semestre de 2011". A informação foi repassada pelo secretário-executivo do Ministério dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, durante a apresentação do modal, realizada nesta segunda-feira (15) em Lucas do Rio Verde (354 km de Cuiabá). O custo total do trecho é de R$ 6,4 bilhões e a previsão de concluir é 2014. O modal terá 1,602 Km entre Uruaçu (GO), Lucas do Rio Verde e Vilhena (RO).
Pelo traçado demonstrado pelo diretor da Valec, empresa estatal concessionária do projeto e obra, João Bosco, 59 municípios do Estado serão cortados pelo ramal ferroviário. No setor produtivo, a ferrovia é tida como uma salvação logística aguardada há muito tempo para a região, cujos custos são elevados. O presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho (Aprosoja), Glauber Silveira, estima redução do frete em R$ 80 por tonelada transportada. No trecho considerado um dos mais caros do Brasil, de Sinop ao porto de Paranaguá (PR), por exemplo, o custo é de R$ 240/t.
A economia média, calcula Silveira, será de 30% a 40%. "Hoje, praticamente 50% do preço da soja é só frete e, do milho 70%". O presidente da Aprosoja também confirmou a redução de custo em R$ 1 bilhão por safra. Outra garantia para a execução da obra veio do governador Blairo Maggi. Ele contou aos empresários, políticos e população que a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, reafirmou que a obra terá recursos 100% da versão 2 do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).
Mesmo com todas as garantias, o prefeito de Lucas do Rio Verde, Marino Franz, mostrou-se cético quanto ao projeto e cobrou as autoridades. "É importante esse tipo de evento, mas as coisas têm que sair do papel também". O economista Paulo Rabello de Castro atestou que a inserção da ferrovia no PAC 2 é a demonstração de que o Brasil retomou processo de desenvolvimento que há muito tempo não se via no país. O governador Blairo Maggi reforçou que o benefício econômico e social é para toda a região, inclusive Cuiabá.
A apresentação da Ferrovia de Integração Centro-Oeste foi uma iniciativa da direção do Departamento Nacional de Infraestrutura dos Transportes (Dnit). (fonte: Agronoticias)


Pesa

    AAPA     Jan de Nul     Antaq
             

Tche Digital

 

 

Anuncie PN

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios