Contratos para dragar portos serão assinados

O ministro-chefe da Secretaria Especial de Portos, Pedro Brito, assina amanhã o contrato com as empresas Somar e Enterpa, ganhadoras, respectivamente, das licitações para a realização das obras de dragagem dos portos do Rio de Janeiro e de Sepetiba. O evento será no Armazém 2, no Píer Mauá, às 14h30.



Com investimento de cerca de R$ 125 milhões, sendo R$ 122 milhões no Porto do Rio, que completará 100 anos no próximo ano, as obras do Programa Nacional de Dragagem (PND) têm recursos garantidos pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Segundo Brito, sem esta obra o porto se tornaria inviável nos próximos anos.

A previsão é que a obra seja realizada em até 12 meses. Em Angra, o valor destinado para a obra é de R$ 3 milhões, podendo ser concluída em aproximadamente 2 meses.

Atualmente a profundidade do Porto do Rio oscila entre 9 e 15 metros, conforme o trecho. Com a dragagem o porto irá operar com o calado entre 10m e 15,5 metros. Além disso, a SEP realizará o alargamento dos canais de acesso interno e externo e das bacias de evolução dos cais de Gamboa, São Cristóvão e Caju, que variam de 100 a 120 metros e chegarão a 140 metros, conforme o trecho. Para isso, serão dragados 4 milhões de metros cúbicos.

Outro fator importante é a realização dos Jogos Olímpicos de 2016. Em sua última visita ao estado, em junho, Brito assinou, em parceria com a Companhia Docas (CDRJ) e com governo do estado, na presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, o Projeto de Revitalização do Porto, obra importante para o desenvolvimento turístico e econômico da região. (Fonte: Jornal do Commercio)

 

PUBLICIDADE

Incatep



    GHT     Jan de Nul     Antaq
             

Hidromares

 

 

Anuncie PN

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios