Great Ocean

Codesa tem lucro de R$ 30 milhões em 2020

Após três anos com déficit, a Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa) fecha 2020 com superávit. A empresa obteve seu maior lucro na série histórica: um recorde de R$ 30 milhões, devido a implementação de medidas administrativas e operacionais adotadas desde meados do ano anterior. Até então, o melhor resultado havia sido contabilizado em 2014 quando a empresa lucrou R$ 15,2 milhões.

Desde que a atual diretoria assumiu, a gestão adotou rigorosas medidas de saneamento como: corte de quase 30% com serviços terceiros; suspensão e renegociação de contratos; e, enxugamento no quadro funcional. “No ano de 2020, portanto, colhemos os frutos das decisões tomadas”, disse o diretor-presidente da CODESA, Julio Castiglioni.

Balanço

Apesar do superávit financeiro, o desempenho operacional em 2020 praticamente empatou com o do ano anterior. Foram movimentadas 6,94 milhões de toneladas, 0,62% a menos que em 2019. Apesar disso, o presidente da CODESA considera o resultado positivo se levarmos em consideração a paralisação da economia mundial diante do ainda atual cenário de pandemia do coronavírus.



Os resultados, segundo Castiglioni, são motivos de comemoração: “Primeiro porque o Porto de Vitória não está no corredor de exportação das commodities agrícolas do Centro-Oeste brasileiro. Não tivemos nenhum benefício da safra recorde de 2020 e da variação cambial favorável à exportação. Segundo, porque se repete o melhor resultado em termos de movimentação, desde o fim do Fundap, em 2012”.

Otimismo

Sobre os resultados contábeis, Castiglioni informa que a CODESA alavancou sua performance, com o acréscimo de recursos próprios. Destaca o crescimento de 50% no caixa empresarial e avalia que o sucesso é fruto da formação de uma boa equipe técnica, composta por profissionais concursados, além dos escolhidos por meio de processo seletivo. “Seja como for, temos que nos orgulhar. O que os colaboradores fizeram com esta empresa nos últimos meses, é digno de comemoração. Meu reconhecimento é de coração”, declara.

Para 2021, a expectativa é otimista. O novo sistema de controle do tráfego marítimo, o VTMIS, teve um up grade de tecnologia; as portarias automatizadas estão em fase de conclusão; o Cais de Atalaia, recém-inaugurado, funciona com grande rotatividade; em breve serão realizadas obras de manutenção da dragagem, em virtude do acentuado assoreamento que vem ocorrendo em alguns pontos no Canal de Vitória; serão retomadas as manobras testes; e a empresa vem melhorando, a cada dia, sua performance na governança corporativa. O Porto está preparado para crescer.

*As informações e dados estatísticos dessa reportagem ainda serão validadas pela auditoria independente, conforme as exigências legais.

Fonte: Codesa


Marintec Navalshore




Cash Computadores

Catálogo da Indústria Marítima

Assine Portos e Navios

Priner fundo transp Syndarma
  Abac     Assine Portos e Navios

  Catálogo da Indústria Marítima

 

 

  Anuncie PN

 

Tche Digital

 

 

Marintec Navalshore

 

Sinaval   Abratec