Wilson Sons

Centro de qualificação receberá R$ 14 milhões em Pernambuco

O setor naval em Pernambuco vai ganhar reforço com a implantação de um centro de qualificação profissional para o setor, no Complexo Industrial Portuário de Suape. O grupo holandês STC Holding B.V. e o governo do Estado assinaram ontem acordo no Palácio do Campo das Princesas para a instalação da unidade. O investimento estimado na escola é de R$ 14 milhões, mas o detalhamento do projeto com proposta de cursos, número de vagas e início da operação será definido num estudo, que deverá ficar pronto num prazo de 120 dias.
“Se o projeto de Suape é tornar-se um porto de classe mundial, também vai precisar de técnicos, especialistas e profissionais qualificados nesse patamar”, alerta o diretor do grupo STC Albert Bos. O executivo lembrou que as negociações de Suape com a empresa em setembro do ano passado, com uma visita do governo de Pernambuco à Holanda. O STC conta com operações na África, Oriente Médio e Ásia e possui o maior número de simuladores de primeira geração no mundo para treinamento voltado para o setor naval. Considerada uma das principais escolas navais da Europa, a STC forma uma média de 1.200 alunos por ano.
Durante o evento de assinatura do acordo, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Fernando Bezerra Coelho, adiantou que os primeiros alunos do centro naval serão os 112 candidatos aprovados no concurso público para o Porto de Suape, que terá resultado publicado no próximo dia 30.
Além do foco na área naval, o centro também vai realizar treinamento industrial, logístico e de operações portuárias em Suape. Hoje no Brasil existem apenas duas Escolas de Formação de Oficiais da Marinha Mercante (EFOMM), uma no Rio de Janeiro e outra em Belém, que capacitam profissionais para a operação de navios.
“Queremos ter aqui, onde já estamos fazendo navios, também a oportunidade de preparar pessoas para pilotar, fazer a manutenção, enfim, trabalhar em outras áreas do grande negócio da logística. Alguns navios chegam a ter 3.000 pessoas trabalhando e a gente precisa aprender a qualificá-las”, observa o governador Eduardo Campos.
O acordo com o Grupo STC também foi assinado pelo Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) e pelas Secretarias de Educação e Ciência e Tecnologia. A partir do próximo ano, o IFPE passa a oferecer na cursos voltados para a área naval.


Pesa

        Jan de Nul     Antaq
             

Tche Digital

 

 

Anuncie PN

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios