Marintec Navalshore

BTP alcança a marca de 5 milhões de contêineres movimentados

A Brasil Terminal Portuário (BTP) alcançou a marca total de cinco milhões de contêineres movimentados. O número foi alcançado em operado no navio "SM Vancouver", de bandeira liberiana, no dia 14.

A movimentação de carga conteinerizada na BTP tem se mantido crescente. De janeiro a outubro deste ano, a empresa movimentou 850.261 unidades. O resultado do acumulado de 2019, se comparado ao mesmo período do ano passado — em que operou 782.545 contêineres —, indica um crescimento de cerca de 9%. Além disso, no mês de outubro deste ano o terminal também registrou recorde histórico no volume de cargas movimentadas em um único mês: foram, no total, 103 mil contêineres operados.

Outro destaque deste ano vai para o número de recebimento de caminhões no terminal e índice de truck cycle (tempo de atendimento). No mês de outubro, a BTP registrou o recorde de 72.159 caminhões recebidos em um único mês, sendo que 96% deles foram atendidos em menos de 40 minutos, considerando o percurso feito do gate de entrada até o gate de saída — o melhor tempo de truck cycle praticado no Porto de Santos.

Publicidade

Marintec Navalshore

 

A estratégia da empresa para promover o incremento na produtividade e atendimento ao crescimento do volume de movimentação, englobou, em 2019, um pacote de investimentos relacionados à ampliação da sua frota de equipamentos e infraestrutura do terminal que somaram cerca de 10 milhões de dólares. Além da compra de wisytp RTGs, no início deste ano a empresa adquiriu mais 12 Terminal Tractors e duas novas reach stackers, ambos fabricados pela empresa Kallmar.

Atualmente, o terminal possui um total de 30 transtêineres, 57 terminal tractors e cinco reach stackers.

Até dezembro de 2019 será concluída a obra de instalação de câmara fria no terminal, que prevê a construção de uma estrutura com temperatura controlada para carga e descarga e conferência de unidades refrigeradas ou congeladas. Com o novo espaço, equipado por novas modernas câmeras de inspeção, será possível vistoriar até dois contêineres reefers simultaneamente. Já o espaço administrativo permitirá mais conforto aos inspetores durante os períodos de vistoria. No total, o investimento na construção da câmara fria foi de R$ 1 milhão.

ABB

Assine Portos e Navios

Consórcio Águas Azuis

Syndarma

Envie uma pauta

Assine Portos e Navios

Antaq

Tche Digital

Sobena

Sinaval Abratec