Bacia do Juruena é beneficiada com recursos da 2ª etapa do PAC

O Estado do Mato Grosso será contemplado com investimentos em diversos setores através da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), lançada nesta segunda-feira (29), em Brasília.
Um dos destaques do PAC 2 no Estado é o aproveitamento energético na bacia do rio Juruena com as obras do Garças 3, Montes 2, na Foz do Sacre, Kabiara, Castanheira, Apiacá-Kayabi, Erikbatsa, Pocilga, Foz do Formiga Baixo, Jacaré, Tucumã, Escondido, Salto Augusto. Pelo pac 1, serão concluídas obras em Colider, Sinop, eles Pires e Foz do Apiacá.
O governo federal vai investir também R$ 160 milhões para conclusão de cinco hidroelétricas nos sistemas São Manoel, Teles Pires, Colider, Sinop e Foz do Apiacás.
O PAC 2 prevê a construção de redes de transmissão de energia elétrica por meio dos sistemas Teles Pires – Sudeste e Tapajós-Sudeste. Através do PAC 1, ainda serão concluídas as redes de transmissão Cuiabá - Nobres – Nova Mutum e o sistema Cuiabá – Ribeirãozinho – Rio Verde do Norte.
A área de transportes será contemplada com investimentos em hidrovias, no aeroporto, rodovias e ferrovias. As obras de ampliação do terminal de passageiros e da pista do aeroporto de Várzea Grande também receberão recursos do programa. Há previsão de investimentos na hidrovia Teles Pires – Tapajós.
O PAC 2 prevê a construção da BR 080 e a duplicação da BR 163 e adequação da BR 364 no entorno de Cuiabá. Haverá também expansão da malha ferroviária através da construção da Ferronorte, entre Rondonópolis e Cuiabá, e da Ferrovia do Centro-Oeste, entre Uruaçu (GO) a Vilhena (RO), passando por municípios mato-grossenses produtores de grãos.

Fonte:Olhar Direto/De Brasília - Vinícius Tavares

    Terlogs     Mampaey     Antaq
             

Tche Digital

 

 

HPP

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios