Assinada ordem de serviço da dragagem de manutenção no Porto de São Francisco do Sul

A SCPar Porto de São Francisco do Sul e a Van Oord assinaram na sexta-feira (4) a ordem de serviço da dragagem de manutenção do canal de acesso, bacia de evolução, dársena e cais acostável na Baía da Babitonga.

Com a obra, será restabelecido o calado homologado pela Diretoria de Hidrografia e Navegação (DHN), de 14 metros.

A obra de dragagem está orçada em cerca de R$ 36 milhões e segundo a SCPar foi contratada com economia de cerca de R$ 15 milhões. O início da obra está previsto para janeiro próximo, com prazo de execução de 160 dias. O volume total a ser dragado é de 1.988.718 de metros cúbicos.

No mesmo ato, foi anunciada a publicação de Convênio de Delegação de Competências do Porto de São Francisco do Sul pela Secretaria Nacional de Portos e Transportes Aquaviários. O convênio é resultante da pontuação obtida no Índice de Gestão as Autoridades Portuárias - Igap, nos termos da Portaria SEP n° 574/2018. Essa delegação transfere para a SCPar Porto de São Francisco do Sul parte das competências do Ministério da Infraestrutura relacionadas com o arrendamento de instalações portuárias. O Porto de São Francisco do Sul é o segundo do país a receber essa delegação.



"Os atos tratados na solenidade de hoje representam conquistas importantes para o porto, que, enquanto autoridade portuária, tem a responsabilidade de garantir a segurança da navegação e a infraestrutura de acesso ao canal aquaviário", disse o presidente da SCPar, Fabiano Ramalho, durante a solenidade de assinatura da ordem de serviço.


Marintec Navalshore