Após disputa judicial, dragagem do Porto de Santos deve começar em até 20 dias

Após uma disputa judicial que durou sete meses, o Santos Port Authority (SPA) autorizou nesta quarta-feira (29), o início do serviço de dragagem pela DTA Engenharia, que venceu a licitação em outubro de 2019. A partir da publicação da autorização, a vencedora tem até 20 dias para dar início às obras. O contrato tem duração de dois anos no valor de R$ 274,7 milhões.

Sofrendo com o constante assoreamento, o Porto de Santos necessita da dragagem para receber navios de calado elevado. O longo tempo que levou o processo licitatório chegou a prejudicar as operações portuárias, conforme afirmou o presidente da DTA Engenharia, João Acácio. “O Brasil bateu recentemente recorde de grãos e é fundamental que o navio tenha profundidade adequada”, frisou Acácio. Sem a dragagem os navios sairiam mais vazios do Porto, o que poderia trazer prejuízos comerciais ao país.

Restrito a assinantes