Marintec Navalshore

Além do pátio

Terminais de contêineres estudam soluções junto a armadores para melhorar produtividade das operações

• Os terminais de contêineres do Brasil estão empenhados em melhorar a produtividade a partir do planejamento junto a armadores e encontrar soluções que garantam a profundidade e boas condições de acesso para grandes navios. Enquanto estudam os desafios para receber navios com 366 metros de comprimento, os terminais de Santos querem garantir as condições dos navios com mais de 330 metros que já operam no porto. Por conta das restrições do canal, a ociosidade dos berços ainda é considerada alta. Na parte que lhes compete, as empresas que administram terminais têm batido recordes nos últimos anos a partir da compra de equipamentos, implantação de sistemas inteligentes e melhoria de processos internos. 

Restrito a assinantes

Cash Computadores

Assine Portos e Navios

Consórcio Águas Azuis

Syndarma

Abac

Conapra

FGV Transportes

Aapa

Tche Digital

Sobena

Sinaval Abratec