Navalshore

AG Angra entra na Rocha Top

Carolina Mandl, de São Paulo
A AG Angra Investimentos adquiriu participação de 40,5% na Rocha Top, empresa de terminais e operadores portuários por meio do fundo AG Angra Infraestrutura. Para isso, a gestora fez um aporte de R$ 140 milhões em recursos novos na companhia paranaense. "O objetivo foi posicionar o fundo em uma atividade ligada ao comércio exterior, pois acreditamos que essa é uma área que ainda tem muito a crescer no Brasil", diz Ricardo Bisordi, presidente da AG Angra.
O principal negócio da Rocha Top é a movimentação portuária de granéis sólidos, principalmente fertilizantes. Sua meta, com a chegada da AG Angra, é ampliar a capacidade de armazenagem, tanto para a importação, como é feito no caso dos fertilizantes hoje, quanto para a exportação, com o foco em soja e milho. As operações da Rocha Top estão concentradas nos portos de Paranaguá (PR), Itajaí (SC) e São Francisco do Sul (SC).
Com os recursos, o primeiro passo de Hélio Figueiredo Freire Filho e João Gilberto Cominese Freire, os outros dois sócios da empresa, será construir uma área com o dobro de capacidade que a atual para fertilizantes. Quando estiver pronto esse projeto, a meta é erguer outro espaço de 140 mil metros cúbicos para granéis líquidos, que poderá armazenar álcool para exportação.
Para a AG Angra - joint venture da Andrade Gutierrez e a Angra Partners -, pesou na aquisição o fato de a Rocha Top ter áreas livres para construir os armazéns. "Isso é muito importante, pois facilita planos de crescimento", diz Miguel Noronha, diretor-executivo da AG Angra. Com o investimento, o fundo fica com mais de 60% dos R$ 700 milhões de patrimônio que possui comprometidos. Hoje, já tem participações na TG Agro, Nova Agri, Georadar e Resicontrol.

Fonte: Valor

 

PUBLICIDADE

Rimac


 


Pesa

        Jan de Nul     Antaq
             

Tche Digital

 

 

Anuncie PN

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios