Marintec Navalshore

Acesso de caminhões ao Porto de Suape muda na próxima semana

Serão inaugurados três pátios de estacionamento e triagem de caminhões, com geração de 140 empregos diretos e 463 indiretos. Os motoristas vão contar com um local mais seguro e confortável para aguardar o horário de entrada nos terminais.

A partir de 20 de julho, os caminhoneiros que fazem o transporte de produtos no Porto de Suape vão ter mais segurança, conforto e agilidade para coletar ou deixar mercadorias nos 21 terminais do porto organizado, além de melhores condições de prevenção à Covid-19. Na próxima semana, serão inaugurados três pátios de triagem de caminhões, com 500 vagas estáticas cada, localizados próximo à área portuária. Eles foram construídos e serão administrados pelas empresas Sulog, Conelog e Êxito.

Neles, os motoristas passarão por uma checagem de dados e do agendamento no terminal de destino, antes de acessarem o porto, processo que se tornará totalmente automatizado. E contarão com serviços de apoio, como sala de descanso, unidade de atendimento de primeiros socorros, sanitários e restaurantes.

Diariamente, uma média de 1.700 caminhões atuam no recebimento e expedição de cargas nos terminais de Suape, chegando a 2 mil em dias de pico. Os pátios — que deverão obedecer às medidas do Plano de Convivência com a Covid-19, do governo do estado — possibilitarão que esses veículos tenham um local adequado para espera do início da operação, evitando filas nas entradas dos terminais e riscos de acidentes por estacionamento irregular nas vias públicas. Líder na movimentação de granéis líquidos no Brasil, mais de 75% dos produtos operados em Suape correspondem a cargas como combustíveis e GLP, que exigem ainda maiores condições de segurança. Com os pátios fora da área portuária, os motoristas também ficarão mais seguros sob esse aspecto.


Catálogo da Indústria Marítima


O sistema dos pátios foi interligado aos terminais e, com isso, o caminhoneiro não precisará mais parar no posto de controle do Porto para a conferência de dados. A passagem pelo pátio de triagem garantirá uma entrada expressa desses veículos no porto, no horário agendado para a coleta ou entrega dos produtos. A liberação será feita por leitura automática da placa.

“Além de dar maior qualidade, conforto, agilidade e segurança no atendimento aos caminhoneiros que atuam no transporte de produtos no Porto de Suape, a construção dos pátios ordena o tráfego de veículos pesados no porto e isso implica em maior segurança também para toda a comunidade portuária”, declara Leonardo Cerquinho, presidente do Porto de Suape. “A mudança ainda representa ganho de produtividade para toda a cadeia logística, uma vez que as empresas implantaram modernos sistemas de automação para esse processo, medida que também aperfeiçoará o controle de informações, fundamental para novas melhorias”, explica Paulo Coimbra, diretor de Gestão Portuária de Suape.

Obrigatoriedade

O ordenamento do tráfego de veículos dentro do Porto está previsto na Resolução 3274/2014 da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), que determina ser de competência da Autoridade Portuária fiscalizar o acesso à área do Porto Organizado e estabelece infrações administrativas, caso as atribuições não sejam desempenhadas a contento. A implantação dos pátios também está de acordo com determinações da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) no que diz respeito à fiscalização do transporte rodoviário de cargas.


Marintec Navalshore