Após decreto 9.048 e novo foco da Petrobras sobre combustíveis, terminais projetam incremento da movimentação de cargas líquidas

• Terminais especializados em cargas líquidas enxergam potencial para expansão de instalações portuárias. Os empresários acreditam que a movimentação de combustíveis e químicos, que hoje representa mais de 20% do volume total nos portos brasileiros, tem espaço para crescer. Para a Associação Brasileira de Terminais de Líquidos (ABTL), existe mercado amplo com companhias nacionais e estrangeiras, inclusive com possibilidade de investimentos de empresas ainda não presentes no mercado brasileiro. Empresários do segmento ficaram mais confiantes após visita recente a um dos maiores polos de líquidos do mundo, em Houston (EUA), onde estão algumas dessas empresas. Novos projetos, entretanto, dependem de sinalizações mais concretas do governo sobre os leilões.