Fornecedores projetam recuperação lenta nas vendas de equipamentos de auxílio à navegação

• No final de 2016, os fornecedores de equipamentos de auxílio à navegação avaliavam que o ano havia sido de poucos investimentos em sinalização e aguardavam o reaquecimento desse mercado. Em 2017, a demanda por serviços de manutenção desses equipamentos se manteve, inclusive com novas contratações ou renovações de contrato. Já em relação às vendas de itens para sinalização, os investimentos continuam tímidos. Uma das expectativas é que novas tecnologias de controle de tráfego ajudem a atrair novos investimentos.

Faça uma assinatura ou efetue login para ler mais