Cortes de gastos e possibilidade de recertificação de equipamentos reduzem demanda por cabos e cordoalhas nos portos
• Pouca demanda e preços bastante agressivos aumentaram a competitividade entre vendedores de sistemas de amarração. As consultas por cabos e cordoalhas para o setor portuário foram bastante impactadas e alguns fabricantes e distribuidores desses equipamentos precisaram diversificar suas linhas de atuação para sobreviver. Muitos apostaram em serviços e consultorias técnicas para oferecer soluções eficientes que caibam no bolso de seus clientes. Como esse segmento tem muitos itens fabricados no exterior, a importação ficou mais cara por causa da alta do dólar.

Faça uma assinatura ou efetue login para ler mais