Marintec Navalshore

Produção de petróleo é reduzida em 6,2% em fevereiro

Em fevereiro, foram produzidos de 3,783 milhões de barris de óleo equivalente por dia (MMboe/d ), sendo 2,972 milhões de barris por dia (MMbbl/d) de petróleo e 129 milhões de metros cúbicos por dia (MMm3/d) de gás natural. As informações são do Boletim Mensal da Produção de Petróleo e Gás Natural da ANP.

A produção de petróleo reduziu 6,2% se comparada com o mês anterior e aumentou 19,4% na comparação com fevereiro de 2019. Já a de gás natural reduziu 7,1% em relação a janeiro e aumentou 17,1% na comparação com o mesmo mês do ano anterior.

A queda na produção de petróleo e gás natural em comparação com o mês anterior foi provocada principalmente pela ocorrência de paradas programadas e outras necessárias para a mitigação de riscos de segurança operacional em algumas instalações.

Publicidade

Marintec Navalshore

 

Os volumes produzidos em fevereiro de 2020 foram superiores àqueles previstos no Plano Anual de Produção (PAP) desde ano, cujos volumes eram 2,762 MMbbl/d de petróleo e 119,291 MMm3/d de gás natural. Esse aumento da produção em relação ao previsto ocorreu, principalmente, pela redução da duração da parada programada do FPSO Cidade de Maricá, no campo de Lula, e pela postergação de parada programada de outra unidade.

Pré-sal

A produção no Pré-sal em fevereiro teve origem em 118 poços e correspondeu a 66% da produção nacional, totalizando 2,497 MMboe/d, sendo 1,993 MMbbl/d de petróleo e 80,129 MMm3/d de gás natural. Em relação ao mês anterior, a produção total diminuiu 6,9% e, em relação a fevereiro de 2019, aumentou 36,8%.

Aproveitamento do gás natural

Em fevereiro, o aproveitamento de gás natural foi de 97,2%. Foram disponibilizados ao mercado 61,4 MMm³/dia. A queima de gás no mês foi de 3,644 MMm³/d, uma redução de 9,7% se comparada ao mês anterior e de 28,7% se comparada ao mesmo mês em 2019.

Origem da produção

Os campos marítimos produziram 96,7% do petróleo e 82,8% do gás natural. Os campos operados pela Petrobras produziram 93,3% do petróleo e do gás natural. Com relação aos campos operados pela Petrobras e com participação exclusiva da empresa, produziram 39,5% do total.

Destaques

O campo de Lula, na Bacia de Santos, foi o maior produtor de petróleo e gás natural, registrando 974 Mbbl/d de petróleo e 41,3 MMm3/d de gás natural.

A plataforma FPSO Cidade de Mangaratiba, produzindo no campo de Lula por meio de oito poços a ela interligados, produziu 147,577 Mbbl/d de petróleo e 7,917 MMm³/d de gás natural, sendo a instalação com maior produção de ambos.

Estreito, na Bacia Potiguar, teve o maior número de poços produtores terrestres: 1.081.

Marlim Sul, na Bacia de Campos, foi o campo marítimo com maior número de poços produtores: 71.

Campos de acumulações marginais

Esses campos produziram 64,6 bbl/d de petróleo e 14,4 Mm³/d de gás natural. O campo de Iraí, operado pela Petroborn, foi o maior produtor, com 87,4 boe/d.

Outras informações

No mês de fevereiro de 2020, 295 áreas concedidas, duas áreas de cessão onerosa e cinco de partilha, operadas por 34 empresas, foram responsáveis pela produção nacional. Dessas, 76 são marítimas e 226 terrestres, sendo nove relativas a contratos de áreas contendo acumulações marginais. A produção ocorreu em 7.141 poços, sendo 645 marítimos e 6.496 terrestres.

O grau API médio foi de 27,7, sendo 3,4% da produção considerada óleo leve (>=31°API), 83,2% óleo médio (>=22 API e <31 API) e 13,4% óleo pesado (<22 API).

As bacias maduras terrestres (campos/testes de longa duração das bacias do Espírito Santo, Potiguar, Recôncavo, Sergipe e Alagoas) produziram 103 Mboe/d, sendo 81,7 mil bbl/d de petróleo e 3,4 MMm³/d de gás natural. Desse total, 90,6 mil boe/d foram produzidos pela Petrobras e 12,4 mil boe/d foram produzidos por concessões não operadas pela Petrobras, dos quais: 342 boe/d em Alagoas, 4.060 boe/d na Bahia, 16 boe/d no Espírito Santo, 7.741 boe/d no Rio Grande do Norte e 213 boe/d em Sergipe.

Fonte: ANP



Assine Portos e Navios

Conapra fundo transp Intermodal
  Thermo Solutions     Assine Portos e Navios

  Catálogo da Indústria Marítima

 

 

  Sobena

 

Tche Digital

 

 

 

Sinaval   Abratec