Preço do petróleo despenca e caminha para a semana mais fraca em 6 meses

Os contratos futuros do petróleo caem cerca de 5% nesta quinta-feira (23) e acentuam queda da sessão anterior de 1,65%. A guerra comercial entre Estados Unidos e China e o aumento de estoques americanos reduzem as perspectivas de demanda. A cotação do barril do tipo Brent é vendida a US$ 67 (R$ 273,42) por volta das 13h23. A queda se encaminha para a maior baixa diária e semanal em seis meses.

O contrato nos EUA recuava cerca de 5% às 11h30, para US$ 58,28 por barril. No Brasil, as ações preferenciais (mais negociadas) da Petrobras caem 1,71%, a R$ 25,84.

Os estoques de petróleo dos EUA aumentaram na semana passada, atingindo seus níveis mais altos desde julho de 2017, informou a Administração de Informações sobre Energia do governo na quarta (23), enquanto dados da indústria também mostraram um aumento nos estoques de petróleo dos EUA.

Publicidade

Marintec Navalshore

 

"Os números das manchetes são deprimentes o suficiente...", disse Tamas Varga, do PVM Oil Associates, em nota.

Também pessimista é a atual guerra comercial entre os Estados Unidos e a China, que está nublando o crescimento econômico e, com isso, as previsões de demanda de petróleo.

Fonte: Folha SP