Technomar

PetroRio vai a mercado de olho em ativos no Brasil e exterior

Disposta a aproveitar a janela de oportunidade que o mercado oferece, em termos de taxas de juros e ativos à venda, a PetroRio se prepara para fazer uma captação em dólares no próximo mês que lhe garanta poder de fogo para comprar ativos e desenvolver os que já possui.

A empresa já consultou investidores e viu “muito apetite” para a emissão, segundo Nelson Queiroz Tanure, que ocupa a presidência da PetroRio há um ano e meio. A ideia é captar cerca de US$ 400 milhões, segundo ele.

A indústria petrolífera esteve “no epicentro dos problemas brasileiros” mais recentes, segundo Queiroz Tanure, seja pelos casos de corrupção levantados com a Operação Lava Jato ou por não tão bem-sucedidos modelos de negócios, como a OGX e a antiga HRT. Nesse contexto, a PetroRio surgiu com nova gestão a partir da antiga HRT com a proposta de crescer de forma disciplinada no mercado de produção independente de petróleo.

Publicidade
Catálogo da Indústria Marítima

 

“Estamos fazendo a coisa certa para voltar aos trilhos”, disse Queiroz Tanure, em entrevista no escritório da Bloomberg em São Paulo. “Ser a maior por ser maior não nos interessa, o que nos interessa é produzir petróleo de forma rentável”, disse. As ações da companhia acumulam alta de 73% este ano, ante a valorização de 16% do Ibovespa.

O modelo inclui adquirir campos maduros, reduzir custos, elevar sua eficiência operacional e ampliar sua vida econômica, como fizeram com o campo de Polvo, adquirido da BP e da Maersk. A PetroRio perfurou novos poços em Polvo no ano passado, elevando sua produção, e se prepara para fazer novas perfurações em até 3 poços no segundo semestre.

A disciplina no orçamento passa por renegociar contratos, dividindo com os fornecedores o ônus das variações no preço do petróleo. Para obter o empenho dos funcionários, a remuneração é ditada pela performance de cada um. Hoje, 80% dos empregados da PetroRio são sócios da empresa, a partir da opção que recebem de converter parte de seu bônus em ações.

Disposta a avaliar ativos offshore à venda, Queiroz Tanure diz que os preços pagos por alguns campos vendidos recentemente foram “exorbitantes”. “Vejo com preocupação muito aventureiro entrando, tenho dúvida sobre esses novos entrantes.”

Além do Brasil, a PetroRio também elegeu o Golfo do México como área de interesse. “É uma diversificação geopolítica, um hub muito rico em óleo e gás”, disse o presidente da PetroRio. A região, segundo ele, tem ativos interessantes que a companhia pretende avaliar.

Fonte: Bloomberg

Comentários

ABB

Assine Portos e Navios

Pesa

Syndarma

OTC Brasil

Tche Digital

Assine Portos e Navios

Aapa

Abeam

Sobena

Sinaval Abratec