Petrobras trabalha para reduzir preço de equilíbrio e mira US$ 25/barril

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, disse que a companhia trabalha para reduzir ainda mais o break even (preço de equilíbrio) da companhia, para patamares abaixo dos US$ 35/barril com o qual a empresa trabalha atualmente. E citou que o corte pode chegar a US$ 25/barril.

“Estamos trabalhando com tecnologias para reduzir ainda mais o break even, por exemplo, para US$ 25 o barril. É assim que competiremos na transição energética”, afirmou o executivo, durante o evento virtual Commodities Global Summit, do jornal “Financial Times”.

Ele disse acreditar que o Brasil será um dos países com menores custos de extração do mundo. “Mas não o menor”, comentou, ao citar os baixíssimos custos da Arábia Saudita.
Em sua fala no evento, Castello Branco destacou ainda que os novos projetos da companhia passarão por “teste de estresse”. “Investiremos menos, mas investiremos melhor”, afirmou o executivo, citando os planos da companhia de iniciar em 2024 a segunda fase de produção do campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos.

Fonte: Valor


Catálogo da Indústria Marítima



Marintec Navalshore