Petrobras inicia processo de contratação de sexto FPSO de Búzios

A Petrobras iniciou negociações com a SBM Offshore para contratação do afretamento do FPSO "Almirante Tamandaré", que vai operar no campo de Búzios, na Bacia de Santos. A contratação da SBM ocorrerá de forma direta, em acordo com a lei 13.303/16. A Petrobras monitora constantemente o mercado mundial de FPSOs e identificou que, neste momento, apenas a SBM tem capacidade de atender aos requisitos técnicos, operacionais e de disponibilidade da companhia.

O FPSO "Almirante Tamandaré" será o sexto sistema de produção do campo, com entrada em produção prevista para o segundo semestre de 2024. Será a maior unidade de produção de petróleo a operar no litoral brasileiro e uma das maiores do mundo, com capacidade de processamento diário de 225 mil barris de óleo e 12 milhões de metros cúbicos de gás.

As outras duas unidades a serem instaladas em Búzios, os FPSOs "P-78" e "P-79", serão contratadas por licitação, na modalidade EPC (sigla em inglês para a contratação de engenharia, suprimento e construção). O certame já está em curso e participam dele as empresas que lograram sucesso na pré-qualificação pública realizada pela Petrobras. As plataformas terão capacidade para processar diariamente 180 mil barris de óleo e 7,2 milhões de m3 de gás, cada uma. A previsão é de que entrem em operação em 2025.

Essas duas unidades são resultado da estratégia da Petrobras de desenvolver novos projetos de plataformas próprias, incorporando as lições aprendidas nos FPSOs já instalados no pré-sal, incluindo aspectos de contratação e construção.


Rio Oil & Gas 2020



Marintec Navalshore