Marintec Navalshore

Petrobras inicia fase vinculante da venda de fatia em blocos da Bacia de Pelotas

A Petrobras iniciou nesta segunda-feira a fase vinculante para a venda de parcela da sua participação em blocos exploratórios na concessão BM-P-2, localizada em águas profundas da Bacia de Pelotas, no Rio Grande do Sul.
A estatal brasileira detém 50% de participação na concessão em parceria com a francesa Total, sendo a Petrobras a operadora. As duas companhias farão o desinvestimento, vendendo de 30% a 65% da participação, mas a Petrobras permanecerá como operadora da concessão.

A concessão BM-P-2 está localizada em águas profundas da Bacia de Pelotas em lâmina d’água entre 1 mil metros e 2 mil metros. A Petrobras adquiriu 100% de participação em 2004 na 6ª Rodada de Licitações da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A Total tornou-se parceira com a aquisição de 50% da participação em 2013.

Atualmente, a concessão contempla os blocos exploratórios P-M-1269, P-M-1271, P-M-1351 e P-M-1353 e, segundo o comunicado da petroleira brasileira, está estrategicamente posicionada em relação à 17ª Rodada de licitações anunciada pela ANP, prevista para este ano, em que deverão ser ofertados blocos da Bacia de Pelotas.

Publicidade

Marintec Navalshore

 

“Essa concessão apresenta um reduzido compromisso exploratório com o potencial de comprovar significativos volumes e firmar posição em uma nova fronteira exploratória”, diz a Petrobras. Os habilitados receberão a carta-convite com as instruções sobre o desinvestimento, incluindo orientações para realização de auditoria.

Fonte: Valor



Assine Portos e Navios

fundo transp Intermodal
  Thermo Solutions     Assine Portos e Navios

  Catálogo da Indústria Marítima

 

 

  Sobena

 

Tche Digital

 

 

 

Sinaval   Abratec