Ocyan completa quatro anos de uso de MPD e reforça pioneirismo na perfuração de poços

A Ocyan completa quatro anos de uso da tecnologia em águas profundas na costa brasileira com perfuração com pressão controlada (MPD ou Managed Presure Drilling), garantindo maior segurança operacional no desenvolvimento de poços complexos. Desde o final de 2014, a empresa já perfurou 20 poços com esta técnica, operados principalmente pelas sondas: ODN I, ODN II e Delba III.

“Quando participamos da implementação da tecnologia no país em ambiente offshore, nosso objetivo foi fornecer uma solução ao cliente diante de algumas limitações em avanços da perfuração por conta da geologia. Ao contratar a Ocyan, o cliente demandou o uso dessa metodologia, o que foi importante para o setor” explica Heitor Gioppo, vice-presidente da Ocyan.

Dentre os 20 poços perfurados no Brasil com o emprego da tecnologia pela Ocyan, a empresa foi a primeira do mundo a utilizar a técnica FMCD (Float Mud Cap Drilling) em águas profundas, uma das possíveis maneiras de uso do MPD, o que reforça o pioneirismo da companhia.

Publicidade

Marintec Navalshore

 

A técnica utiliza equipamentos adicionais durante o processo de perfuração, objetivando um melhor controle de pressão comparado com o método convencional.

“O controle da pressão do fluido de perfuração na operação garante mais segurança, já que detecta mais rapidamente eventuais problemas de controle do poço, diminui o tempo de execução de poços complexos, além de reduzir riscos operacionais e ambientais. Todos esses fatores conjugados geram aumento de eficiência e redução de custo para o cliente”, destaca Leandro Brandão, Coordenador de Desempenho e Melhoria Contínua e um dos responsáveis pela implementação do sistema na Ocyan.

Atualmente, a adoção dessa tecnologia tem sido mais comum devido aos desafios da indústria de perfuração em busca da revitalização de alguns poços e avanço em direção ao pré-sal.