Governo deve pagar US$ 9 bi à Petrobras por acordo de cessão onerosa

O governo pretende pagar em torno de US$ 9 bilhões para a Petrobras no reajuste do contrato da cessão onerosa, informou o jornal O Globo. De acordo com fontes entrevistadas pelo veículo, o acordo entre a União e a empresa está perto de ser fechado. Ainda segundo O Globo, o número final renegociado da cessão onerosa deve ficar próximo a esse valor, segundo fontes que acompanham as negociações, ouvidas pelo jornal.

Hoje pela manhã, o deputado Fernando Coelho Filho MDB-PE), ex-ministro de Minas e Energia durante gestão Michel Temer, informou o mesmo valor, de US$ 9 bilhões, em entrevista ao site EPBR para falar sobre o tema. Procurado pelo Valor, a equipe do deputado ainda não se manifestou sobre o assunto.

O acordo de cessão onerosa foi fechado pela Petrobras com a União em 2010. Os termos do acordo permitiram à estatal explorar 5 bilhões de barris de petróleo em campos do pré-sal na Bacia de Santos (SP), sem licitação. Em troca, a empresa pagou R$ 74,8 bilhões. No entanto, nos anos seguintes, a cotação do barril de petróleo sofreu forte queda, por tensões geopolíticas e incertezas em relação à economia. Por esse motivo, a petroleira brasileira alega que pagou ao governo valor muito elevado em 2010, e argumenta ter direito a ser ressarcida.

Publicidade
Catálogo da Indústria Marítima

 

O leilão do excedente de petróleo do pré-sal, na área conhecida como cessão onerosa, está programado pelo governo para ocorrer em 28 de outubro.

Fonte: Valor

Comentários

Cash Computadores

Assine Portos e Navios

Consórcio Águas Azuis

Brasil Offshore

Tche Digital

Assine Portos e Navios

Aapa

Abeam

Ricardo Sudaiha

Fenavega Abratec