Technomar

Áreas de petróleo perto de Abrolhos terão novos estudos para serem oferecidas ao mercado

Após sete áreas nas bacias de Camamu-Almada e Jacuípe não receberem ofertas na 16ª Rodada de Licitações da Agência Nacional do Petróelo (ANP) , realizada nesta quinta-feira, a agência vai realizar novos estudos nessas duas bacias para voltar a oferecê-las ao mercado, afirmou uma fonte. O objetivo é trazer mais segurança jurídica às companhias.

- Essas áreas vão passar por mais estudos na ANP. Mas o que não se pode deixar acontecer é que essas regiões saiam do radar. Isso não pode acontecer - disse um interlocutor do setor.

Foi a primeira vez que a pressão ambiental acabou afetando uma rodada de petróleo no Brasil. As áreas que não receberam proposta ficam em uma região próxima ao arquipélago de Abrolhos , no litoral da Bahia , e sua oferta foi alvo de críticas de ambientalistas .

Publicidade
Catálogo da Indústria Marítima

 

Esta pressão e o aparecimento de petróleo em praias do Nordeste desde o início de setembro foram alguns dos temas mais comentados pelos participantes da 16ª Rodada. Do lado de fora de um hotel na Barra da Tijuca, no Rio, onde ocorreu o certame, a ONG 350 fez um protesto pacífico.

A 16ª Rodada gerou uma arrecadação de R$ 8,9 bilhões , a maior para áreas sob o regime de concessão.

Ao encomendar novos estudos para as bacias de Camamu-Almada e Jacuípe, o objetivo é evitar casos como o de 2013, quando a francesa Total arrematou blocos na Foz do Amazonas durante a 11ª Rodada de Petróleo.

Mais cedo, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, informou que novas áreas com potencial de petróleo além das 200 milhas náuticas a partir da costa brasileira, a chamada Amazônia Azul , também serão alvo de estudo .

Fonte: O Globo

Comentários

ABB

Assine Portos e Navios

Pesa

Syndarma

OTC Brasil

Tche Digital

Assine Portos e Navios

Aapa

Abeam

Sobena

Sinaval Abratec