ANP prevê investimento de R$ 4,8 bi em plataformas de petróleo este ano

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) prevê que os investimentos em unidades de produção - plataformas de petróleo - devem subir de R$ 4,8 bilhões este ano para R$ 5,2 bilhões no ano que vem, com total de R$ 2,1 bilhões em 2021, R$ 2,8 bilhões em 2022 e R$ 1,6 bilhão em 2023.

As estimativas fazem parte de um novo informe da agência, que tem por objetivo fornecer às empresas de serviços projeções consolidadas que auxiliem na programação e planejamento de investimentos e atividades, "diante do cenário de retomada do setor de petróleo e gás brasileiro, que resultará em aumento da produção e da demanda por serviços nos próximos anos", informou a ANP.

Pelas projeções da agência, a produção de petróleo subirá de 462 6 milhões de metros cúbicos diários (m3/d) este ano para 597,1 milhões de m3/d em 2023. Já a produção de gás natural sairá de 131,093 milhões de m3/d este ano para 167,6 milhões de m3/d em 2023. As estimativas contemplam: produção de óleo e gás em terra e mar; perfuração de poços de desenvolvimento e produção em terra e mar; entrada de novas unidades estacionárias de produção (UEP) em mar; e investimentos no setor. Nos dois primeiros, é possível selecionar apenas campos terrestres, marítimos ou o total.

Publicidade
Catálogo da Indústria Marítima

 

"As previsões de atividades e volumes de produção refletem as informações declaradas pelos operadores à ANP no Programa Anual de Trabalho (PAT) e no Programa Anual de Produção (PAP)", explicou a ANP, ressaltando que ainda serão incluídos posteriormente dados sobre as atividades exploratórias.

Fonte: Diário de Pernambuco

Comentários