Marintec Navalshore

Venezuela enfrenta falta de navios para transportar petróleo

As exportações de petróleo da Venezuela, já atingida por sanções, enfrentam um novo obstáculo: a falta de navios dispostos a transportar a commodity produzida pelo regime do presidente Nicolás Maduro.

Armadores evitam o transporte de petróleo da Venezuela por receio de serem sancionados e perderem a cobertura de seguro para seus navios, segundo pessoas com conhecimento da situação. A falta de navios pode afetar ainda mais as exportações de petróleo da Venezuela que, segundo dados compilados pela Bloomberg, já estavam no menor nível em 16 anos em agosto.

Pelo menos um carregamento de petróleo venezuelano foi adiado para outubro, porque o importador não conseguiu encontrar um navio para transportá-lo, segundo uma das pessoas, que pediu para não ser identificada porque as informações são confidenciais. Sem conseguir encontrar superpetroleiros para transportar seu petróleo para a Ásia, a produtora da Opep está recorrendo a embarcações menores e mais caras para enviar carregamentos ao exterior.

Publicidade

Catálogo da Indústria Marítima

 

O presidente dos EUA, Donald Trump, assinou um decreto em 5 de agosto autorizando sanções sobre quem ajudasse o regime de Maduro diante da crise humanitária que levou 4 milhões de venezuelanos a deixarem o país. A Shipowners’ Club, seguradora para companhias de navegação internacionais, aconselhou seus membros a “tomarem cuidado” ao fazer negócio com a Venezuela. O grupo diz que, se um membro for sancionado, a embarcação pode ser bloqueada e o clube poderá rescindir ou suspender a cobertura do seguro.

Fonte: Valor

Cash Computadores

Assine Portos e Navios

Consórcio Águas Azuis fundo transp Syndarma
  Envie uma pauta    

  Assine Portos e Navios

 

 

  Antaq

 

Tche Digital

 

 

Sobena

 

Sinaval   Abratec
Publicidade

Catálogo da Indústria Marítima