Vale inaugura operação do rebocador Sossego

A Vale realizou ontem a cerimônia de batismo do rebocador Sossego, no Terminal Marítimo de Ponta da Madeira, em São Luis (MA). A embarcação, construída no Estaleiro Detroit (SC), foi à primeira das 51 encomendadas a estaleiros brasileiros a ser entregue. Com 75 toneladas de tração estática, a embarcação vai aumentar a produtividade do porto, com mais segurança nas manobras de atracação e desatracação dos navios graneleiros.

O total dos investimentos da Vale para a construção das embarcações totalizam R$ 403,9 milhões e geraram 2.465 empregos diretos e indiretos em vários estaleiros pelo Brasil. Além do Sossego, 14 rebocadores, dois catamarãs para transporte de passageiros e dois comboios fluviais compostos por 32 barcaças e dois empurradores estão sendo construídos.

As construções das embarcações estão distribuídas pelo país: dos 15 rebocadores, 11 serão construídos pelo estaleiro Detroit, em Itajaí (SC) e outros quatro no Estaleiro Santa Cruz, em Aracajú (SE). Os demais rebocadores e os comboios serão construídos no estaleiro Rio-Maguari, em Belém (PA) e os dois catamarãs estão a cargo do estaleiro Arpoador, em Angra dos Reis (RJ).

Além do terminal de Ponta da Madeira, os rebocadores irão operar no Complexo de Tubarão (ES) e Ilha Guaíba em Mangaratiba (RJ), no transporte do minério de ferro. Os catamarãs também estarão em Ilha Guaíba, fazendo o transporte de funcionários, e os comboios fluviais farão o transporte do minério da Mina de Urucum, na rota Brasil-Paraguai e Brasil-Argentina, pelo Rio Paraguai. A madrinha do Sossego é Elisa Amália Silva, funcionária da diretoria de Operações Portuárias da Vale, trabalhando na empresa há 23 anos. (da Redação)


Pesa

    AAPA     Jan de Nul     Antaq
             

Tche Digital

 

 

Anuncie PN

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios