O ano de 2019 começou há pouco, mas o volume de sinistros envolvendo navios pelo mundo já chama atenção. Incêndios, colisões e tempestades foram responsáveis pela perda de contêineres e danos diversos nas embarcações.

Logo na madrugada de 2 de janeiro, o porta-contêiner MSC ZOE não suportou o mau tempo do Mar do Norte e perdeu 270 contêineres. O navio é o terceiro maior do mundo para o transporte de cargas e saiu do Porto de Sines, em Portugal, com destino ao Porto de Bremerhaven, na Alemanha. No dia seguinte, o porta-contêineres Yantian Express, de bandeira alemã, pegou fogo. Parte da carga de contêineres foi perdida enquanto o navio seguia da Ásia para Halifax, no Canadá. Na manhã de 8 de janeiro, o navio petroleiro Aulac Fortune também pegou fogo após uma grande explosão em tanques de carga a bordo, perto da Lamma Island, em Hong Kong. A superestrutura e o convés de carga ficaram devastados.

Datamar

Cash Computadores

Assine Portos e Navios



Pesa

ABTP

Envie uma pauta

Tche Digital

TMSA

Assine Portos e Navios

Abeam

Sobena

Fenavega Abratec

 

Ecobrasil