Great Ocean

Secretário-geral da ONU avalia como insuficientes as iniciativas para descarbonização no transporte

O secretário-geral da Nações Unidas, António Guterres, disse nesta quinta-feira (14) que as iniciativas para a descarbonização na indústria de transporte não atendem a meta de 1,5 graus do Acordo de Paris. Falando na conferência Global Sustainable Transport na quinta-feira, Guterres disse: “Vamos ser honestos. Embora os Estados membros da [ONU] tenham dado alguns passos iniciais por meio da Organização da Aviação Civil Internacional e da Organização Marítima Internacional (IMO) para lidar com as emissões do transporte marítimo e da aviação, os compromissos atuais não estão alinhados com a meta 1.5C do acordo de Paris. Na verdade, eles são mais consistentes com o aquecimento muito acima de 3ºC”.

A declaração foi feita a pouco mais de duas semanas da COP26, que será realizada em Glasgow. Tanto a aviação quanto o transporte marítimo deverão enfrentar uma averiguação severa pelos delegados da conferência.

Guterres também pediu que os navios com emissão zero sejam disponibilizados comercialmente até 2030.

“A adoção de um novo conjunto de metas mais ambiciosas e confiáveis que sejam verdadeiramente consistentes com os objetivos do acordo de Paris deve ser uma prioridade urgente nos meses e anos que virão”, disse Guterres. Ele destaca o fato de que a União Europeia pode estabelecer suas próprias medidas para o transporte marítimo, o que fragmentaria o debate.


Logcomex


Uma futura legislação ambiental pode ser desenhada pelo Comitê de Proteção do Meio Ambiente Marinho (MEPC) da IMO, que se reunirá em novembro.

    Terlogs     Mampaey     Antaq
             

Tche Digital

 

 

HPP

 

  Sinaval   Assine Portos e Navios